Prioridades no casamento

Na vida, tudo deve ter o seu lugar certo, cada qual de acordo com sua importância, com o seu valor.

O princípio lugar é sempre uma colocação bastante cobiçada, desejada, disputada, porém, só é ocupada por aquele que for “o melhor”.

Deus é, sem dúvida, quem sempre deve ocupar essa posição, pois, Ele é indiscutivelmente o melhor, por isso merece um lugar de destaque na vida de todos, principalmente na dos cristãos.

Essa prioridade atribuída a Ele, mostra a ordem que as coisas ocupam em nosso coração.

Na sequência das coisas importantes, vem a família, a igreja, os compromissos, etc…

 

Onde está o marido?

O marido vem em primeiro lugar depois de Deus. Ele passa a ser o próximo na lista das prioridades.

Interessante ressaltar que há mulheres (inclusive cristãs) que querem ocupar o primeiro lugar na vida de seu marido, mas não dão a ele a mesma colocação em sua vida. Ela não vê da mesma forma que quer ser vista por ele.

Por conta do corre-corre do dia-a-dia é natural que ele vá ficando para depois. Você vai tendo o seu foco desviado imperceptivelmente, e a tendência é afastar-se dele cada vez mais, a ponto de “perdê-lo de vista”. Daí a razão de muitos casamentos estarem apresentando indícios de falência, e em muitos casos quando os primeiros sintomas surgem, às vezes é tarde demais.

É necessário administrar bem esse dois lados (casamento/compromisso), de maneira tal que nenhum deles fique prejudicado, conciliando-os, e não, tentando dar conta dos dois como se estivessem em lados opostos. Em Mt 6:24 diz: “Ninguém pode servir a dois senhores, porque ou há de aborrecer-se de um e amar ao outro, ou se devotará a um e desprezará ao outro…” Não deve permitir que haja uma competição entre sua vida familiar e seus compromissos.

Mesmo sabendo que seu marido é alguém altamente capaz de cuidar de si próprio, cabe ressaltar que ele também tem direito a você e sua atenção.

Que tal unir o útil ao agradável?

Quem sabe, uma boa forma de você dedicar um tempo ao seu marido, (em meio a tantos afazeres), seja convidá-lo a compartilhar com algumas de suas tarefas. Isso fará com que ele se sinta, não só lembrado como também, importante para você. Dívida com ele compromissos decisões e responsabilidades; elogie-o no que fizer de bom mas não o critique em seus erros, apenas, ajude-o a corrigi-los, dessa maneira sua sobrecarga diminuirá consideravelmente e surgirá mais tempo e disposição para dedicar-se ele. Esse tempo deve ter um valor muito grande, não em quantidade mas em qualidade. É importante demonstra-lo o quanto sua companhia lhe dá prazer.

Quando o único tempo a ser dedicado a ele for pequeno

Na primeira oportunidade que tiver, (mesmo sendo com sua disponibilidade reduzida para lhe dedicar) saiba aproveitá-la bem: através de um olhar, um abraço ou um elogio num momento em que ele não espera; fazer uma insinuação de algo que gostaria que ele fizesse, como por exemplo, convidá-la para um jantar a dois ou um passeio a sós etc.

Reserve um final de semana só para vocês. Mande as crianças para casa da vovó e prepare um jantar especial, escolha um belo vestido. Induza-o a perceber o quanto você o valoriza.

Essa receita é infalível, não tem como dar errado!

E lembre-se:

Se você quer um quadro diferente para o seu casamento, ainda há tempo de mudar.

De nada adiantarão dicas, conselhos se você não tomar a atitude principal que irá te direcionar: orar.

Comece sempre o seu dia orando, pedindo a Deus orientação de como coordenar seus compromissos de maneira sábia organizando-os por ordem de necessidades, seguindo sempre a razão (sem desconsiderar nada), nem se deixando levar pela sedução que determina as prioridades de acordo com as conveniências humanas.

O ser humano tende a ser envolvido pela emoção, pela empolgação e às vezes, sem perceber afasta-se da razão, agindo de forma incorreta, provocando até situações catastróficas, nem sempre possíveis de serem corrigidas.

Peça ao Senhor que te oriente a agir de maneira a fazer com que seu marido sinta-se ocupante do primeiro lugar em seu coração e que Ele que conserte as ocasiões em que suas atitudes o levaram a duvidar disso. Que te ensine, no estabelecimento a das prioridades que a livre de qualquer situação que possa tentar desviá-la, desse propósito ou tenha uma essência oposta a ele (mesmo aparentemente positiva), para que não te envolva mas seja detectada e imediatamente arrancada em toda sua profundidade; e Ele assim o fará, pois, a harmonia, a união e o bem-estar da família deve sempre estar acima das coisas secundárias porque ela é uma grande invenção de Deus.

Que o Senhor abençoe a sua família!